domingo, setembro 10, 2006

Sebastião da Gama

foto de CPF in Boca do Inferno



O tempo e a vida
Que bom ter o relógio adiantado!...
A gente assim, por saber
Que tem sempre tempo a mais,
Não se rala nem se apressa.
O meu sorriso de troça,
Amigos,
Quando vejo o meu relógio
Com três quartos de hora a mais!...
Tic-tac... Tic-tac...
(Lá pensa ele
Que é já o fim dos meus dias)
Tic-tac...
(Como eu rio, cá p´ra dentro,
De esta coisa divertida:
Ele a julgar que é já o resto
E eu a saber que tenho sempre mais
Três quartos de hora de vida).



in Serra-Mãe

3 comentários:

vida de vidro disse...

Delicioso, este poema de Sebastião da Gama. Que bom era podermos roubar assim o tempo... :)**

innername disse...

;) tempo roubado nunca será...o tempo não tem dono. adiantemos os relógios e tudo se resolve? cumprimentos, o seu blog, interessante. O meu um bebé de colo.

carlos peres feio disse...

nunca minha foto/meu desenho estiveram tão bem acompanhados - tua companhia...sebastião...
abraço cpf