sexta-feira, dezembro 26, 2008

Luís Brito Pedroso

Vida

Funciona assim:
apaga-se o cigarro e acendem-se as luzes
Gesto repetido no cheiro da cinza
O sal junta-se nas feridas agarrando a crosta
Os glóbulos são gravilha em suspensão nas veias

De repente desço dos jardins de som
Cordões de fumo amar-
-ram-nos mãos e desejo
e as pessoas sentem-se bem: não doentes

se-apaga o cigarro
se-abre o coração
e se-engolem o fumo e a gravilha
parte iónica da morte

quem diria que sorririas?
A pele expulsa glóbulos mortos
Sinto uma mensagem escapar-se pela estratosfera
e sinto-me vacilar.
O edificio circular explode
Os anjos estão rabugentos durante a muda das penas
mas as mensagens procuram-te
Pousam-te no ombro

As sementes voam
enquanto escrevo cartas
na esperança de nada
E no futuro
encostados ás mesas velhas das tascas
teremos os olhares mais vagos
e mais cheios de passado

in O meu nome a e noite, Papiro Editora
foto retirada da net

parabens ao poeta que aniversariou a 25 de Dezembro

6 comentários:

Anónimo disse...

...

gostei do poema.

um autor que me é desconhecido, agradeço por me permitir saber da sua existência.

Votos de Excelente 2009!

beijinho.

a. paiva

innername disse...

O mesmo pra si António.
Luís Brito Pedroso é de Lisboa, um jovem arquitecto e, como podemos constatar já pelos livros publicados, um melhor poeta, digo eu que sou fã da poesia dele.
Assim como da sua.
Excelente ano e continuação de boas publicações, melhores inspirações e que a vida seja mais meiga, que de dores todos temos já doses qb.
Boas entradas de preferência em tom de poesia

innername disse...

ah, esqueci de dizer. O Luís editou o primeiro livro de poesi pela editora papiro, poema seis
e depois seguiu-se-lhe o meu nome e a noite, agora sobregelofino e creio estarem pra breve mais...é esperar...e já sei que o António editou mais um que ainda não tenho.
A ver vamos como vou remediar isso ;)

paradoXos disse...

feliz ano, com muita poesia, 2009 beijinhos!

Delfim Peixoto disse...

Gostei de ler...
Bom Ano

innername disse...

Bom ano pros visitantes...de Lisboa e Braga. Que este 2009 possa ser de muitas realizações pra quem escreve, pra quem lê, pra quem é. Abraços do Sítio dos Mochos, mais a Norte