segunda-feira, janeiro 05, 2009

Daniel Faria




O nome parece a infância


O nome parece a infância.
Quando na velhice é termos vindo
Sem pressa
Para dentro
Do nome se esvazia o corpo quando o corpo cai
É um fruto.O nome é ainda
O modo como chamas.
O nome é a arma contra mim. O maior perigo.
Com os teus lábios podes destruir-me.



Do Inexplicável in Explicação das Árvores e de Outros Animais

Fundação Manuel Leão2.ª edição2002


Sem comentários: