quinta-feira, fevereiro 25, 2010

Nicole Eitner

Esta moçoila a deliciar os primeiros momentos de web hoje.
Um hino que poderá, inclusivé, afastar o mau tempo por algum tempo.
Just listen.

domingo, fevereiro 21, 2010

Mazzy Star

Sophia de Mello Breyner Andresen

As pessoas sensíveis




As pessoas sensíveis não são capazes

De matar galinhas

Porém são capazes

De comer galinhas





O dinheiro cheira a pobre e cheira

À roupa do seu corpo

Aquela roupa

Que depois da chuva secou sobre o corpo

Porque não tinham outra

O dinheiro cheira a pobre e cheira

A roupa

Que depois do suor não foi lavada

Porque não tinham outra





"Ganharás o pão com o suor do teu rosto"

Assim nos foi imposto

E não:

"Com o suor dos outros ganharás o pão."





Ó vendilhões do templo

Ó constructores

Das grandes estátuas balofas e pesadas

Ó cheios de devoção e de proveito





Perdoai-lhes Senhor

Porque eles sabem o que fazem.




in Livro sexto

domingo, fevereiro 14, 2010

The promised Land



Magazine Gap. It shouldn't work (but id does)!
Subscriving entirely.

Su Dong Po

"Primavera Precoce", de Wang

Quem disse que a pintura deve parecer-se com a realidade?
Quem o disse vê com olhos de não entendimento
Quem disse que o poema deve ter um tema?
Quem o disse perde a poesia do poema
Pintura e poesia têm o mesmo fim:
Frescura límpida, arte para além da arte
Os pardais de Bain Lun piam no papel
As flores de Zhao Chang palpitam
Porém o que são ao lado destes rolos
Pensamentos-linhas, manchas-espíritos?
Quem teria pensado que um pontinho vermelho
Provocaria o desabrochar da primavera?



Sobre a pintura de um ramo florido

sábado, fevereiro 06, 2010

Buena Vista Social Club

José Tolentino de Mendonça


A casa onde às vezes regresso é tão distante













A casa onde às vezes regresso é tão distante

da que deixei pela manhã

no mundo

a água tomou o lugar de tudo

reúno baldes, estes vasos guardados

mas chove sem parar há muitos anos



Durmo no mar, durmo ao lado do meu pai

uma viagem se deu

entre as mãos e o furor

uma viagem se deu: a noite abate-se fechada

sobre o corpo



Tivesse ainda tempo e entregava-te

o coração







in A Que Distância Deixaste o Coração