quarta-feira, agosto 17, 2011

Edite Gil








Amanhecer



 ler teus olhos
gravar meu nome em teu coração
ficar a ferros em teu intelecto
abandonar-me a teus caprichos
tombar da ara
amar-te suavemente
tal chilrear de rouxinol
ou com a intensa fúria
de famintos cães de caça…


E_dixit.

Sem comentários: