sábado, abril 14, 2012

J. P. Simões



Entrevista. no Hot ClubVou sair para comprar cigarros. .
Canção do jovem cãoOnde mora o mundo. Se por acaso. Boato
Tango de antigamenteMúsica impopular. Eu um dia hei-de ter poder.
Lenda do homem pássaroO sultão de Zanzibar. Caro comparsa.
Quem meteu a mão no meu quinhão. Mais uma para o caminho.
A marcha dos implacáveis. Inquietação. Ela vem e vai. Ele é que não.
A pele que há em mim.  Canção da paciência. Joana Francesa.
Eu já não sei. O menino negativo. Conversa de esquina. Dorinha.
Mais uma aurora. Voltar a Ítaca. Falsa ValsaFábula bêbada.
Vai prá puta que te pariu. A volta do malandro. Lenda da Rena Renata.



Nasceu em Coimbra em 1970. Estudou Jornalismo, Direito da Comunicação, Escrita de Argumento, Saxofone, Lingua Árabe e é Mestre em Teoria da Literatura pela Universidade de Lisboa, mas tem exercido essencialmente música nos últimos 17 anos com os Pop dell’Arte, Belle Chase Hotel, Quinteto Tati, (etc...) e a solo.
Escreveu contos, letras de canções, argumentos para cinema e participou activamente como músico e actor em filmes de Fernando Vendrell, Edgar Pêra, António Ferreira e outros, assinando pelo caminho algumas bandas sonoras para documentários.
No teatro, escreveu o libreto da “Ópera do Falhado” (Editora 101 Noites, 2004) partilhando a invenção musical com o compositor Sérgio Costa.
Na televisão, concebeu, editou e apresentou a série de programas de divulgação da nova música portuguesa, “Quilómetro Zero”, transmitidos em 2008 pela RTP2, grande vencedor do Festival de Documentário Grande Angular, em 2009.
Em 2007 lançou “1970”, (Valentim de Carvalho) o seu primeiro álbum a solo, e “O Vírus da Vida”, (Sextante Editora, 2007), livro de contos com ilustrações de André Carrilho. Em Abril de 2009, lançou “Boato”, novo disco de originais. Em Novembro de 2010 lança um novo disco, feito em parceria com o compositor Afonso Pais: “Onde Mora o Mundo”.

E continua, por cortesia da Wikipedia.



Sem comentários: